Como potencializar o funcionamento do fígado através da alimentação?

23/09/2011 09:33

 

            Estamos em contato com milhares de toxinas diariamente, seja através do ar que respiramos, da alimentação (corantes, conservantes, agrotóxicos, metais tóxicos e hormônios presentes na água, embalagens plásticas em que armazenamos os alimentos, utensílios de cozinha e panelas) e até mesmo dos cosméticos. Se não bastassem essas toxinas diárias, inúmeras pessoas fazem uso de suplementos alimentares sem orientação de um profissional e, ao invés de potencializar os efeitos do treino, acabam sobrecarregando o fígado e não vendo os resultados esperados.

            Dificuldade em perder peso ou massa muscular, inchaço generalizado, falta de disposição, cansaço, olheiras, espinhas, celulite, herpes, intestino desregulado, dor de cabeça e até falta de memória são apenas alguns, dos inúmeros sinais de que o seu corpo pode estar INTOXICADO!

E como muitas vezes é inviável evitar o contato com determinadas toxinas, é essencial potencializar o funcionamento do fígado diariamente para minimizar seus efeitos tóxicos:

  • Aumente o consumo dos vegetais do grupo das brássicas: couve, repolho, repolho roxo, brócolis, couve flor, rúcula e rabanete – no mínimo 1 vez ao dia;
  • Inclua açafrão e pimenta do reino na sua alimentação – sempre ao final das preparações para não perder suas propriedades benéficas;
  • Aumente o consumo de alho e cebola. Após picar/amassar o alho, deixe-o descansando por uns 10 minutos para que suas propriedades não se percam com o calor.
  • Aumente o consumo de gengibre – ralado sobre as saladas, em legumes refogados e chás;
  • Consuma chás detoxificantes: chá verde, dente de leão, centella asiática, camomila e cavalinha;
  • E claro, beba muita, muita água ao longo do dia – longe das refeições.

 

 

Suchá detoxificante e diurético

Ingredientes:

1 colher de sobremesa rasa de chá de dente de leão

1 colher de sobremesa rasa chá de centella asiática

1 colher de sobremesa rasa chá de cavalinha

1 folha de couve mineira sem o talo

½ maçã grande com casca

Suco de ½ limão

1 lasca de gengibre

Opcional: folhas de hortelã e mel

Modo de preparo:

Ferva uma xícara de água com os chás por 5 minutos. Desligue o fogo e deixe descansar – tampado – por mais 10 minutos. Coe o chá e leve para esfriar. Coloque no liquidificador o chá coado, a couve, a maçã, o gengibre, o suco do limão, as folhas de hortelã e bata bem. Acrescente água e pedras de gelo até completar 500 ml e bata mais uma vez. Se achar necessário, coe e adoce com um pouquinho de mel! Rendimento: 2 copos de 250ml

 

            É sempre bom lembrar que para que a detoxificação ocorra adequadamente são necessárias inúmeras vitaminas e minerais, portanto, não basta incluir o suchá na dieta. Consumir muitas verduras, legumes e frutas, diminuir ao máximo o consumo de industrializados, açúcar e sal e tomar muita água também é fundamental.

 

Daniele Pagliarini

Nutricionista –CRN 10/3011

danipagliarini@yahoo.com.br

Clínica: 3024-0085

Celular: 8451-3638

 

Gisele Pagliarini

Nutricionista – CRN 10/2484

giselepagliarini@yahoo.com.br

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!